Nova Orleans (EUA) aprova perdão para 10.000 condenações por posse de maconha

Um dos objetivos dos legisladores, ao aprovar a descriminalização da planta, é permitir que a polícia de Nola concentre seus esforços na redução de crimes violentos

Fonte: Smoke Buddies

Os legisladores da cidade de Nova Orleans, capital da Louisiana (EUA), aprovaram medidas para acabar com as penalidades para pessoas encontradas com pequenas quantidades de maconha.

O Conselho Municipal aprovou na quinta-feira (5) vários itens da agenda para acabar com as penalidades e também para perdoar cerca de 10.000 condenações e casos pendentes, segundo comunicado da presidência do conselho.

De acordo com a nota, a medida ajudará a conquistar a confiança da comunidade junto à polícia e permitirá que os oficiais do Departamento de Polícia de Nova Orleans (NOPD) concentrem seus esforços na redução dos recentes picos de crimes violentos.

Essas novas políticas ajudarão o NOPD a construir a confiança da comunidade e a usar as horas de trabalho economizadas para lidar com questões importantes como tiroteios, assassinatos e prevenção geral da violência em nossa cidade”, disse a presidente do conselho, Helena Moreno (D). “Devemos começar a repensar as práticas históricas que encarceraram, multaram e estigmatizaram nossas comunidades por décadas. A hora de acabar com a criminalização do porte de cannabis é agora. Estou orgulhosa do que este Conselho Municipal realizou hoje. Isso é histórico.”

Embora o conselho não tenha autoridade para legalizar a maconha para uso adulto (apenas a legislatura estadual pode fazer isso), ele tem o poder de descriminalizar totalmente como o fez na sessão de quinta-feira.

Durante a reunião, a conselheira Kristin Palmer (D) disse estar “orgulhosa de que este Conselho finalmente vai acabar com décadas de incursões e prisões racistas que arruinaram a vida de pessoas principalmente negras e pardas em Nova Orleans. A maconha é legal em dezenas de estados e logo será legal no nosso. Nós agora podemos parar de desperdiçar tempo e recursos da polícia com a maconha e deixá-la combater o crime violento”.

Fumar cannabis ainda será proibido nos espaços públicos da cidade, mas isso será multado como uma violação do ato antifumo ao invés de ser tratado como um delito de drogas.

Saiba mais: Como a iluminação suplementar pode ser usada no cultivo de cannabis ao ar livre

Foto em destaque: Stephen Walker | Unsplash.