Open Green

Abrace não pode parar: Anvisa entra na Justiça para suspender trabalho de associação

A Anvisa entrou com um recurso na Justiça para suspender os direitos de cultivo, manuseio, produção e distribuição dos produtos à base de cannabis. Abrace convoca a todos para campanha #AbraceNaoPodeParar

Fonte: Smoke Buddies

Abrace Esperança, em João Pessoa, na Paraíba, é a primeira instituição do Brasil autorizada a cultivar cannabis para fins terapêuticos e acolhe mais de 14 mil pacientes que sofrem das mais variadas condições de saúde. Desde depressão profunda até epilepsia infantil, o produto produzido pela associação atende pacientes portadores de diversos tipos de doenças com os produtos à base de cannabis.

Se hoje a associação gera acessibilidade aos produtos à base de cannabis, como um dos poucos meios de acesso legal, é por que em 2014 seu idealizador, Cassiano Teixeira, tentou ajudar a mãe, que tinha suspeita de câncer. Em abril de 2017, a Abrace obteve na Justiça Federal da Paraíba o direito de cultivar, colher, produzir e fornecer óleos à base da planta aos seus associados, que na ocasião não chegavam a 200 pacientes acolhidos. Atualmente a entidade atende mais de 14 mil pessoas, segundo Cassiano.

Porém, tudo o que foi desenvolvido pela Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança até agora pode estar com seus dias contados, subtraindo a esperança de melhora na qualidade de vida e na saúde de milhares de pacientes.

Segundo nota da Abrace, publicada nessa sexta-feira (26), a instituição recebeu uma notificação informando que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entrou com um recurso no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) para suspender os direitos de cultivo, manuseio, produção e distribuição dos produtos à base de cannabis para seus associados.

Em publicação que circula pelas redes sociais, a Abrace noticia em tom de urgência o ocorrido e solicita apoio dos associados, familiares, apoiadores e todos que defendem a importância do acesso à cannabis a quem precisa. Se você deseja ajudar, envie um vídeo de até 1 minuto contando como a Abrace e a cannabis mudou a sua vidaA associação pede que ao final do vídeo a pessoa fale em bom tom a hashtag #abracenaopodeparar.

 Abrace não pode parar: Anvisa entra na Justiça para suspender trabalho de associação

Leia também...

Entrar em contato
Envie um whatsapp